sábado, 30 de agosto de 2008

Starry Starry Night

Entre flores, eu vi a luz.

Pelos campos voei ao som daquela voz.

Livre como um pássaro, solto em pensamentos.

Você me ergueu e impulsionou-me, para o alto.

Cheguei até as nuvens.

Era uma noite estrelada, e eu a via na terra sob a chuva
púrpura.

Era uma noite estrelada, as nuvens formavam espirais.

Os
pássaros de papéis cantavam como você.

Foi então que acordei num campo de alfazemas que cheirava
verde

Estava deitada sob um céu estrelado e os espirais estavam no chão

Você voava como um pássaro de papel.

Era uma
noite estrelada.

 

                                                                          Heidy Hellen Werthmüller

Dedico este poema a uma grande amiga que mesmo sem saber me ajudou muito, quando eu mais precisei.

2 comentários:

Jamais vista outrora;Para sempre lembrada agora disse...

hummmmm
super inspiração hein He!!
lindo msm...
vc ja foi no recando das letras?
www.recantodasletras.com.br

eh supimpa

márcia okida disse...

o que eu poderia dizer além de que gostei d++++

são pessoas como vc, gestos como estes que me mostram que realmente escolhi as duas profissões certas para mim: designer e professora

são gestos assim que não me deixam desanimar, obrigada pelo carinho, pela amizade e tudo mais...

e sempre que precisar é so falar beijo enorme... Okida

Ominia vincit

"O vitorioso é aquele que nunca desiste"